Roberto Carlos flerta com funk e promete CD
Publicado em: 29/01/2013 às 9h45
Compartilhe esse conteúdo!

Roberto Carlos é o cara e está mais do que comprovado. Música como sucesso absoluto de novela em horário nobre, shows sempre lotados, cruzeiros marítimos super disputados, e aos 72 anos, depois de escrever dezenas de canções sobre seu tema preferido, ainda não se sente plenamente satisfeito.
“Ainda quero fazer uma canção de amor que eu ainda não tenha feito, de uma forma mais sublime e mais forte”, confessou, na coletiva de abertura para a imprensa do projeto Emoções em Alto Mar, já em sua nona edição, agora no luxuoso transatlântico Costa Favolosa.
Roberto Carlos abriu na noite desse domingo (27) a nona edição do evento, no Rio de Janeiro. O público seleto de mil fãs no teatro da embarcação delirou com os sucessos de um dos maiores nomes da música brasileira. As apresentações foram divididas em três noites para que os 3 mil passageiros pudessem ver o Rei bem de perto.
Regido pelo maestro Eduardo Lages, a orquestra que acompanha Roberto Carlos subiu ao palco às 23h15, com introduções dos sucessos Como é Grande o Meu Amor por Você, e É Preciso Saber Viver. Dez minutos depois, as luzes se apagam para a entrada triunfal do Rei, que no solo de piano, abriu a apresentação com o clássico Emoções.

Além da aparentemente eterna obsessão em falar sempre melhor sobre o amor, o Rei da música nacional tem a capacidade ainda de se reinventar. Para 2013, são três os projetos que ele pretende colocar em prática no prosseguimento de sua brilhante carreira. O primeiro será um disco com músicas remixadas por DJs, que promete incluir até elementos do funk.

“Eu gosto muito de tentar algo sempre, como o caso do funk, quando cantei com o MC Leozinho (foto) , foi minha primeira oportunidade, e eu senti que o funk pode ter uma letra romântica”, disse sobre o ritmo que considera contagiante, pois “quando você entra numa festa, por mais sofisticada ou simples, quando toca (funk) todo mundo quer dançar, inclusive eu”, completou, arrancando risadas da plateia, que acompanhava a entrevista do ídolo.

Sobre a segunda empreitada, Roberto Carlos explica que neste momento tem vontade “de fazer um disco em espanhol que há muito tempo eu não faço”. E, por fim, fala em lançar um disco completo com dez músicas, sendo quatro destas já presentes no disco compacto que lançou as músicas Esse Cara Sou Eu e Furdúncio, e rendeu R$ 2 milhões em venda física, além de outros R$ 700 mil em renda digital.

“Eu digo sempre que existe um caso de amor muito sério entre meu público e eu. A gente se ama muito, existe uma troca muito grande, tenho muita certeza disso”, diz, sorridente, sobre os fãs. Alguns pagam somas grandes de dinheiro para um cruzeiro de quatro dias entre Santos e São Paulo, com muito luxo e um show bastante intimista do Rei.

A apresentação do último domingo para os convidados embarcados não tem muita novidade em relação ao que apresentou, por exemplo, no ginásio do Maracanãzinho no final do ano passado. Algumas falas de aproximação com o público foram as mesmas. A questão é que para mil convidados, ganhar um rosa das mãos dele, e ainda brindar com uma taça de champanhe são diferenciais.

Eles ainda são contemplados com a eterna filosofia sobre o amor, como na explicação em que quase interpreta o próprio personagem da canção que estourou na novela Salve Jorge, da TV Globo. “Eu imaginei aquilo tudo, no cara que toda a mulher gostaria de ter. Com certeza, no cara que todo cara gostaria de ser. Partindo desse princípio, o cara gentil, amoroso, cavalheiro, forte, e protetor. Pensando em todas essas coisas, e são essas coisas que agradam as mulheres, elas gostam de um homem assim”, completa, arrancando suspiros das fãs.

Por: André Naddeo


Carregando...

Copyright 2011. RÁDIO BELEZA FM. Todos os direitos reservados sobre o layout e o conteúdo deste site.