Obama diz que o melhor está por vir
Publicado em: 07/11/2012 às 8h33
Compartilhe esse conteúdo!

Desafiado por Mitt Romney e envolto em incertezas pelo seu desempenho à frente da Casa Branca, Barack Obama precisou adaptar seu discurso e defender com o legado dos seus quatro anos no comando dos Estados Unidos para sagrar-se reeleito à presidência americana. Mas ao subir no palco de Chicago na madrugada desta quarta para discursar à animada multidão do Partido Democrata, Obama retornou à esperança, o tema central de sua vitória de 2008, para dar a receita do novo mandato em Washington (2013-2016).

"Nós sabemos, em nossos corações, que o melhor está por vir", declarou Obama. "Sempre acreditei que esperança é aquela coisa teimosa que nos faz melhorar. (...) Estou mais inspirado que nunca". A esperança renovada do discurso do Obama reeleito ergue-se do mar de dúvidas e incertezas que a lentidão da recuperação econômica e os ataques da campanha do rival republicano despejaram sobre os leitos da esperança histórica que levou o democrata à presidência em 2008.

Uma vez renovado o espírito do grito primevo do "Sim, nós podemos", Obama, com a voz já rouca, reafirmou algumas das bandeiras tradicionais da política que ele e o Partido Democrata balançaram durante os anos de governo e os meses de campanha. "Nas próximas semanas e meses, quero trabalhar com líderes dos dois partidos para resolver nossos desafios. Temos trabalho a fazer", afirmou, em clara referência à necessidade de diálogo com os republicanos, que mantiveram o controle da Câmara de Deputados.

Na esteira da esperança que perpassa as cisões do bipartidarismo americano, Obama endossou o sonho da grandeza dos Estados Unidos. "Esse país tem mais riquezas que qualquer outra nação, mas não é isso que nos faz ricos. O que faz dos EUA um lugar excepcional são os laços que mantêm unida a nação mais diversa da terra", defendeu. "Amor, caridade, dever e patriotismo: é isto que torna os Estados Unidos grandiosos."

Reforçando a necessidade de diálogo político, Obama informou que ligou para Romney para parabenizá-lo por uma campanha "dura". "Espero falar com ele para vermos como podemos trabalhar juntos para melhorar o país", declarou. Ele lembrou que, nos EUA, "nossas discussões são a marca da nossa liberdade", e parabenizou todos que participaram do processo eleitoral. "Tenha você votado em Obama ou em Romney, você fez com que sua voz fosse ouvida e você fez a diferença. (...) Nós somos uma família americana e nós nos erguemos e caímos como uma nação."

Sem se aprofundar em temas específicos - mas fazendo menção específica à "ameça destrutiva de um planeta em aquecimento" -, Obama agradeceu à equipe de campanha, à família e a todo o povo americano que, tal como pediu, acreditou no presidente democrata mais uma vez. "Obrigado por acreditar durante todo o período. Vocês me ergueram, e seu sempre serei grato".

A vitória final de Obama estampa números fortes: de acordo com os números estimados até as 6h da manhã desta quarta (ainda não há números oficiais sobre o pleito), Obama detém 303 votos no Colégio Eleitoral contra 206 de Romney. Sua vitória ocorre também nos votos populares, ainda que com margem menor: são 55,6 milhões (50%) contra 54,4 milhões (49%). Trata-se de uma vitória sólida, embora menos larga que a de 2008; na ocasião, Obama derrotou John McCain, também do Partido Republicano, por 365 a 173 no Colégio Eleitoral e 69,4 milhões a 59,9 milhões nos votos totais.

Fonte: Terra
Foto: J. Scott Applewhite, AP


Carregando...

Copyright 2011. RÁDIO BELEZA FM. Todos os direitos reservados sobre o layout e o conteúdo deste site.