Amora: uma fruta que previne o envelhecimento
Publicado em: 07/01/2013 às 7h39
Compartilhe esse conteúdo!

Destaque entre as demais frutas, a amora contém substâncias antioxidantes que combatem os radicais livres, prevenindo o envelhecimento precoce e o câncer. Além disso, o chá da folha é fitoterápico e ajuda a curar os sintomas da pré-menopausa. A fruta é, também, muito utilizada em receitas de caldas, sucos, doces e compotas.

“Essa fruta é rica em vitamina C e apresenta altos índices de água em sua composição. Contém fibras, minerais, vitaminas A e B, e elevada porcentagem de substâncias antioxidantes, o que promove proteção à saúde, exercendo a função, por exemplo, de antialérgico e de anti-inflamatório. Possui pouca caloria, o que a torna uma excelente escolha para manter a forma no verão”, conta a acadêmica em Nutrição, Joseline Souza.

Em relação à variedade da fruta, o que diferencia é a coloração. Um exemplo típico é a amora preta, que tem o formato arredondado e a cor varia de vermelha para preta conforme amadurece. A média histórica dessa fruta nos últimos dez anos, no mercado das Centrais de Abastecimento do Espírito Santo (Ceasa/ES), totaliza 30.475 quilos comercializados no entreposto de Cariacica.

Dados:

De acordo com o Setor de Estatística da Ceasa/ES, a safra da amora é curta, compreende os meses de novembro e dezembro, podendo em alguns casos se estender até janeiro. Em 2012, foram 1.724 quilos comercializados no entreposto de Cariacica, o que gerou uma movimentação financeira de R$ 33.953,89 e o preço médio esteve a R$ 19,69. Somente nos últimos dois meses do ano passado, foram 1.167 quilos vendidos, o que corresponde a 67,69% do total. Em relação à procedência, tem-se que a maior parte veio do estado de São Paulo, que participou das vendas com 912 quilos. Já o Espírito Santo foi responsável por 812 quilos, os quais são provenientes do município de Domingos Martins.

Cuidados:

O comerciante, Ronaldo Valente Oliveira, explica que a amora é uma fruta muito sensível e exige cuidados no armazenamento. A fruta possui um mercado específico, isto é, ela geralmente chega por encomendas, o que garante que as vendas sejam de 100%. “A amora é perecível, por isso deve ser mantida numa câmera frigorífica com temperaturas que variam entre 2º C a 5º C, sendo comercializada no máximo até o dia seguinte em que chega ao estabelecimento. Quando começou a safra, em novembro, comercializamos 500 quilos na loja e o preço médio tem saído em torno de R$ 20 a R$ 30 o quilo. Contudo, existe a entressafra, que garante a presença dessa fruta no mercado em outras épocas do ano, só que a qualidade costuma ser inferior e a oferta é    em média de 50% a 60% menor”, pontua Ronaldo.

Dicas:

O gastrônomo, William Junio, afirma que a amora é uma fruta bem diversificada, podendo ser consumida tanto in natura, quanto em doces, geleias, compotas, sucos, xaropes e licores. Para deixar o verão mais fresco segue a receita de sorvete de amora.

“Primeiramente é preciso preparar a calda. Para isso, em um recipiente coloque 125 gramas de açúcar cristal, 125 ml de água , 1/4 de um limão amarelo e leve ao micro-ondas por cinco minutos ou até o açúcar derreter. Após, prepare o sorvete, batendo no liquidificador 500 gramas de amoras e 250 gramas da calda já pronta, por no mínimo dois minutos. Em seguida, junte essa mistura a 50 gramas de creme de leite, bata por mais trinta segundos e leve para gelar no freezer por 24 horas. É bom deixar a vasilha em que será colocado o sorvete batido, previamente gelada. Ela deve ser coberta com plástico filme, encostando-o no sorvete para não entrar ar antes de ir ao freezer”, ensina William.

Fonte: Portal do Governo do ES
Foto: Assessoria de Comunicação/Ceasa


Carregando...

Copyright 2011. RÁDIO BELEZA FM. Todos os direitos reservados sobre o layout e o conteúdo deste site.